Entre Margens – Encontro de Tocadores, em Caminha


Música tradicional, saberes e sabores típicos, oficinas de instrumentos musicais e animação das duas margens do Rio Minho são algumas das propostas que Caminha tem para oferecer de 17 a 20 de julho

O Centro Histórico de Caminha prepara-se para acolher o Entre Margens – Encontro de Tocadores de 17 a 20 de julho. Quinta-feira, a partir das 19 horas, são muitas as propostas que este certame, que une as duas regiões da Ribeira Minho, tem para oferecer, com destaque para a música tradicional, saberes e sabores típicos, oficinas de instrumentos musicais e animação constante a cargo de mais de 20 grupos. O certame abre portas às 19 horas e a cerimónia de abertura vai decorrer às 22 horas, no Largo Calouste Gulbenkian.

O Entre Margens – Encontro de Tocadores é uma das novidades do cartaz de animação de Verão. O que se pretende é propor a quem o visita uma viagem pela ancestralidade dos sons, que ao longo dos tempos marcaram a cultura da região transfronteiriça da Ribeira Minho, com destaque para o instrumento musical e a música tradicional. Este certame vai juntar as artes, os sabores e os saberes.

Assim, durante quatro dias as escolhas são muitas. Gastronomia, através da degustação das iguarias da gastronomia Minho – Galiza, mostra de produtos tradicionais, mostra de luthiers (construtores de instrumentos tradicionais) animação, oficinas - encontro de tocadores, feira do livro, artesanato e exposições são as propostas deste certame das duas regiões da Ribeira Minho.

O certame vai também estender-se por todo o centro histórico de Caminha nomeadamente a Praça Conselheiro Silva Torres, os largos Calouste Gulbenkian, Fetal Carneiro e do Turismo, e as ruas D. Nuno Alvares Pereira, 16 de Setembro, Visconde Sousa Rego, de São João e Ricardo Joaquim de Sousa.

Um dos destaques do certame é a gastronomia a Mostra de Produtos Tradicionais vai incidir nas tradições, petiscos e tapas da Ribeira Minho. Aqui, vai ser possível degustar os mais variados sabores tradicionais da Ribeira Minho.

O espaço do artífice ou “Mostra de Luthiers” é outra das atrações do evento. As Arcadas dos Paços do Concelho vão transformar-se em verdadeiros espaços de artífices onde o visitante poderá visualizar “in loco” os construtores de instrumentos musicais tradicionais, bem como adquirir os instrumentos em exposição.

As oficinas - Encontro de Tocadores também dão mote a este certame que une as duas margens do Rio Minho. Na verdade, vão realizar-se oficinas de concertina, gaita de fole, percussão, cavaquinho & baraguesa, cantos polifónicos e danças do minho, com tocadores, cantoras, bailador com formação específica nas várias áreas. Estas oficinas vão decorrer no sábado e no domingo.

Os “zés pereiras” e as “treboadas galegas” vão ser alvo de duas palestras a cargo de Napoleão Ribeiro e Xerardo F. Santomé, respetivamente.

O programa de animação também promete. São mais de 20 os grupos de Portugal e da Galiza que vão passar pelos vários palcos e pelas ruas do centro histórico. Ainda no que respeita à animação destacam-se os concertos com a banda galega Riobó, com os Galandum Galundaina e com o grupo galego Lirolai e ainda as Jam Sessions e Baile ao Improviso.

Feira do livro patente no edifício da Câmara Municipal, Mostra de Artesanato na Rua 16 de Setembro e exposições de artes plásticas no Largo do Turismo também dão cor a este certame.

Recorda-se que o Entre Margens – Encontro de Tocadores é a 4 estrela do “verão 5 estrelas” que o Município tem para oferecer aos munícipes e visitantes esta época estival. A próxima estrela e última do mês de julho é a Feira Medieval de Caminha que vai decorrer de 23 a 27 de julho.

Este evento é organizado pela Câmara Municipal de Caminha e pela Junta de Freguesia de Caminha e Vilarelho e conta com parceria da Associação PédeXumbo e da Associação Coreto.
 
Veja o Programa>>>

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...